EM DOIS ANOS DE GOVERNO BOLSONARO, BRASIL TEM MAIS DE 1 MILHÃO DE ARMAS DE FOGO NAS MÃOS DE CIVIS

A flexibilização do acesso às armas de fogo e munições por parte do governo Jair Bolsonaro fez com que o número do arsenal nas mão de civis chegasse a 1,151 milhão de unidades no ano passado. O arsenal de armas legais em circulação é 65% maior que o registrado em dezembro de 2018, que era de 697 mil. De acordo com reportagem do jornal O Globo, os dados – obtidos em parceria com os Institutos Igarapé e Sou da Paz – apontam que o poder de fogo também subiu, uma vez que fuzis também passaram a ser comprados legalmente por civis por meio da internet para a prática de tiro esportivo ou para caça. 

O maior número de licenças, da ordem de 72%, foi registrado junto a pessoas físicas. Segundo a Polícia Federal, o número de armas de fogo saltou de 346 mil, em 2018, para 595 mil, no fim do ano passado. Já o Exército, responsável pelo registro do armamento do chamado grupo dos CACs (Caçadores, Atiradores e Colecionadores),  diz que o aumento do arsenal em posse deste tipo de licença subiu 58% no período, saindo de 351 mil para 556 mil unidades. A defesa do uso de armas de fogo pela população é uma das bandeiras do governo Jair Bolsonaro. Desde que chegou ao poder em 2019, ele editou dez decretos presidenciais, além de 14 portarias de órgãos de governo, dois projetos de lei e uma resolução com o objetivo de facilitar a compra de armas e munições no Brasil por parte da população civil.

Você pode gostar...